O Rock não morreu, virou zumbi e habita o Underground

eddie iron maiden
Eddie do Iron Maiden foi um dos primeiros sinais de que o Rock virou zumbi

Se o seu argumento para dizer que o Rock não morreu é que o Iron Maiden ou o AC/DC estão lançando trabalhos novos, basta ver que estes caras servem para ser nossos avós para rebater isso.

Por outro lado, na terra dos zumbis há muita coisa legal. Nos Soundcloud e Reverbnation da vida, nos coletivos musicais, na Cena Independente, há muita gente envolvida que não está nem aí para o que acontece no mundo normal.

É quase que a terra dos mortos, habitada por gente desencanada porque já morreu mesmo, tirando sarro daqueles que fazem um papelão na grande mídia para serem os eleitos do paraíso fictício dos programas de auditório.

Nós do Underground não queremos isso, queremos apenas criar nosso exército de mortos-vivos para seguirem com a gente em nosso ritmo que não é ditado nem pelo deus mercado nem pelo diabo da indústria cultural.

Estamos em uma espécie de umbral, sem entender muito bem o que estamos fazendo lá, mas dizendo em alto e em bom som um FODA-SE para toda esta merda que o povinho normal acostumou a chamar de arte e cultura.

Um salve aos zumbis, às bandas independentes, ao underground, às bandas autorais, àqueles que não estão nem aí para a sociedade normal, mas que assustam por serem diferentes, difíceis de engolir, por causarem espanto e subverterem o aspecto normal das coisas.

Conheça o som da Rota Ventura

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s